Você já parou para escutar o que sua motocicleta tem a lhe dizer? Parece conversa de louco mas não é! Acompanhe agora mais uma dica do Vandão o seu Mecânico Saradão.

Muitas vezes a motocicleta nos avisa que algo não vai bem, e ela faz isso através de ruídos, barulhos, estalos, batidas, etc. Perca alguns minutos semanais e aprenda a ouvir que sua motocicleta tem para te dizer. Isso exige um certo treinamento, mas com o tempo você aprenderá a entender o que sua motocicleta lhe diz.

Ligue o motor de sua motocicleta, algumas vezes por semana, e deixe-a em marcha lenta, pode ser em sua garagem mesmo ou em algum lugar que não seja muito barulhento, fique escutando por alguns minutos, repita esse procedimento pelo menos umas duas vezes por semana. Quando estiver pilotando sua motocicleta também atente-se aos ruídos que ela produz.

Com o tempo você já estará se habituando com os ruídos normais de sua motocicleta, e quando aparecer algum ruído diferente você conseguirá perceber que algo esta diferente e será capaz de identificar  um ruído novo ou se o ruído não esta como era antes.

Não tem segredo é só um pouco de treino e perseverança, em pouco tempo você conseguirá  a entender o que sua motocicleta esta dizendo.

E para ajudá-la a desvendar a linguagem de sua motocicleta listamos abaixo alguns ruídos que são sinais de problemas.

Ao dar a Partida na Motocicleta:

+ Ruídos de relé ao se apertar o botão de partida nas motocicletas que têm partida elétrica, tipo um TEC TEC TEC, podem indicar bateria com pouca carga, em curto ou no final de sua vida útil.

+ Ruídos de rolamentos ao se apertar o botão de partida, como se fosse algo metálico raspando, podem indicar problemas no motor de partida, como escovas ruins, rolamento do motor de partida ruim.

Com a motocicleta Parada:

+ Ruídos metálicos de batidas sincronizadas e no mesmo ritmo, como se fosse o barulho de uma maquina de costura, podem demostrar problemas de válvulas desreguladas á algo mais grave como bielas ruins ou problemas no girabrequim.

+ Ruídos como assovios ou zunidos, que podem ser contínuos ou em ciclos, como se fossem grilos, podem demostrar problemas em rolamentos de motor ou cambio, corrente de comando.

+ Ruídos de ar, como sopros ou suspiros, podem demostrar problemas de vedação nas mangueiras que ligam o filtro de ar ao motor, furos ou vazamento no sistema de escapamento.

Com a motocicleta em Movimento:

+ Ruídos de algo metálico batendo, tipo chocalho ou como se estivesse mascando algo ¨Crocante¨, podem indicar problemas na corrente: Falta de lubrificação, corrente impregnada de sujeira, desalinhada ou com a tensão fora da especificação, pinhão ou coroa ruins.

+ Ruídos como assovios ou zunidos, que podem ser contínuos ou em ciclos, como se fossem grilos, podem demostrar problemas em rolamentos de motor e cambio, corrente de comando, rolamento de rodas ruins, freios com regulagem ¨apertada¨ demais, pistão de freio travado, rodas  ou disco de freio empenados ou com vida útil no fim.

+ Ruídos metálicos ou de outra espécie: Podem ser partes da moto soltas ou com aperto ineficientes: Carenagens, painel, farol etc.

+ Ruídos de estouros no escapamento em reduzidas ou desacelerações, podem indicar problemas no carburador ou sistema de injeção, ou valvula de indução de ar.

+ Ruídos de rangidos ao passar em ondulações, podem indicar problemas nas molas dos amortecedores.

 Conte pra gente sua experiência