Conheça a história da Honda CG, a primeira moto fabricada no país, que teve até Pelé como garoto propaganda.

No ano de 1971, enquanto na Califórnia, Estados Unidos, Steve Jobs e Steve Wozniak criavam a Apple Apple Computer Company, no Brasil a Honda se instalava no país para cinco anos depois criar a primeira motocicleta nacional e fenômeno de vendas no Brasil até os dias de hoje.

Em uma época onde no Brasil a gasolina era muito cara devido à crise do Petróleo da década de 70, fazer 57km com um litro era um dos apelativos comerciais, já que “Economia” era a palavra da vez no país.

Pelé como garoto propaganda da Honda CG

Pelé como garoto propaganda da Honda CG

Apelidada de “Fusca de duas rodas”, CG125 foi a primeira moto nacional, nascida em 1976, na Zona Franca de Manaus, dando o pontapé inicial à primeira das cinco gerações de sucesso que viriam nos anos seguintes. Posteriormente, em 1981, devido à segunda crise do petróleo de 1979, a Honda lança a primeira moto no mundo movida a Etanol, desenvolvida no Brasil.

Honda CG 125 1975 - Primeira Geração

Honda CG 125 1975 – Primeira Geração

Em 1983, a Honda lança a segunda geração da CG com mudanças importantes, como por exemplo, o câmbio de cinco marchas. Posteriormente, em 1988, é lançada a versão CG 125 Cargo, voltada para uso profissional. A novidade era o bagageiro projetado para carregar um volume maior e receber a instalação de baú.

Honda CG 125 1983 - Segunda Geração

Honda CG 125 1983 – Segunda Geração

Honda CG 125 Cargo 1988 - Segunda Geração

Honda CG 125 Cargo 1988 – Segunda Geração

Com mudanças no design, inclusão de rabeta, alterações no painel e no banco a CG 125 Today 1989 é uma das primeiras versões da terceira geração da CG. Até 1991 a CG 125 Today já contava com cerca de 70 alterações no motor e 74 no chassi, as quais garantiram aumento de potência e economia de combustível.

Honda CG 125 Today 1989 - Terceira Geração

Honda CG 125 Today 1989 – Terceira Geração

A quarta geração da CG nasce em 1994 com a CG 125 Titan. O modelo, sucessor da CG 125 Today, continuou a ter mudanças no design, como rabeta arredondada e alças traseiras nas laterais, aumento do tanque de combustível que passou a ter 13 litros.

Mesmo com diversas mudanças, aproximadamente 90 alterações técnicas, a Honda ainda não havia atendido as antigas reivindicações dos fiéis compradores, como freio dianteiro a disco e conta-giros.

Honda CG 125 Titan 1994 - Quarta Geração

Honda CG 125 Titan 1994 – Quarta Geração

No ano 2000, a quinta geração da CG é lançada em duas versões: CG 125 Titan KS (partida a pedal e freios a tambor) e CG 125 Titan ES (partida elétrica e freio dianteiro a disco).

Além do tão esperado freio dianteiro a disco, o modelo contou com outras mudanças como farol com refletores multifocais, painel com marcador de combustível, chassi estampado, pedaleira do passageiro fixada ao chassi, bateria selada e o exclusivo sistema antiesvaziamento tuff-up.

O sistema tuff-up desenvolvido pela Honda é uma tecnologia por meio da qual um líquido é selado na câmara de ar do pneu traseiro para retardar o esvaziamento em caso de perfuração.

Honda CG 125 Titan 2000 - Quinta Geração

Honda CG 125 Titan 2000 – Quinta Geração

A sexta geração da CG chega em 2004 com um motor mais potente e em três versões: CG 150 Titan KS (partida pedal e freios a tambor), CG 150 Titan ES (partida elétrica e freios a tambor) e CG 150 Titan ESD (partida elétrica, freio dianteiro a disco).

Essa versão fez muito sucesso, tornando-se campeã de vendas da Honda.

Honda CG 150 2004 - Sexta Geração

Honda CG 150 2004 – Sexta Geração

Posteriormente, foram lançados outros modelos: CG 125 Fan, CG 150 Job e CG 150 Sport, nas versões flex, movidas a etanol e à gasolina.

E em 2006, a Honda lançou uma série especial da CG 150 Titan em comemoração aos 35 anos da montadora no Brasil.

Até os dias de hoje a CG é líder de vendas no país, e ao que parece o modelo vai permanecer por muitos anos.

Honda GC - Líder de vendas no país

Honda GC – Líder de vendas no país

Fontes de pesquisa: motoesporte.com.br, hondamaniaco.com.br
Fotos: Divulgação