O estado de Santa Catarina é abençoado por belas obras da natureza. Nessa lista vamos mostrar cinco locais de paisagens deslumbrantes que você não pode deixar de conhecer pilotando sua motocicleta.

Serra-do-Rio-do-Rastro1

Serra do Rio do Rastro (Foto: Reprodução)

O primeiro local é talvez o mais famoso, principalmente para as motociclistas amantes de belas curvas. A Serra do Rio do Rastro está a quase 1500 metros acima do nível do mar, tem 12 km de concreto armado e sua extensão total é de 35km. A rodovia é a SC 438 que une o planalto serrado ao litoral do estado.

Serra do Rio do Rastro a noite

Serra do Rio do Rastro a noite (Foto: Reprodução)

No caminho você encontrará muitas cachoeiras e mirantes para parar e apreciar a vista deslumbrante e as belezas da natureza. Se você escolher conhecer a Serra do Rio do Rastro no outono/inverno prepare-se para temperaturas muito baixas.

 Imagine um local onde as nuvens passam bem perto de você. Estre lugar é Morro da Igreja e é o segundo ponto turístico em Santa Catarina que você não pode deixar de conhecer. O morro pertence ao Parque Nacional de São Joaquim, localizado na divisa dos municípios de Bom Jardim da Serra, Orleans e Urubici.

Vista da Pedra Furada de cima do Morro da Igreja.

Vista da Pedra Furada de cima do Morro da Igreja (Foto: Reprodução)

1380339_533487870065494_1225445749_n

Eu e o Felipe apreciando a Pedra Furada

Com 1 822 metros é considerado o ponto habitado mais alto da região sul do Brasil e considerado o local mais frio do país, por isso é constantemente visitado no inverno por turistas que desejam ver neve. É também onde está localizado o Segundo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA II) da Força Aérea Brasileira (FAB) que tem como missão a vigilância constante das condições meteorológicas na área de cobertura do equipamento e divulgação das informações obtidas.
De cima do Morro da Igreja podemos avistar a Pedra Furada, atração mais conhecida do Parque Nacional de São Joaquim.
O morro fica aproximadamente a 21 km do centro da cidade de Urubici e atualmente teve o acesso todo asfaltado. São quilômetros que valem a pena pelas belas paisagens e a emoção de chegar lá no alto é indescritível.

Início da Serra do Corvo Branco

Início da Serra do Corvo Branco entre dois paredões (Foto: Reprodução)

A serra é conhecida como a "rodovia" mais temida por conta de suas curvas muito fechadas.

A serra é conhecida como a “rodovia” mais temida por conta de suas curvas muito fechadas (Foto: Reprodução)

E se você for a Urubici para conhecer o Morro da Igreja, não pode deixar de conhecer nosso terceiro destino incrível em Santa Catarina, a Serra do Corvo Branco. Localizada a 23 km do centro de Urubici, essa serra liga a cidade a Grão-Pará. Tornou-se lendária por ser a primeira ligação entre a serra e o litoral catarinense.

Para chegar, temos que rodar por uma estrada de chão bem conservada, mas que tem muita poeira. O esforço vale a pena, quando você chega ao acesso da serra onde começa o asfalto e dá de cara com a “garganta” de entrada que está entre dois paredões, o maior corte de pedra do país, com 90 metros de altura. Somente a parte crítica da serra é asfaltada, algo em torno de 600 metros, depois são mais 27km de estrada de chão até a cidade de Grão-Pará.

O lugar ganhou esse nome por conta de uma ave de rara beleza, conhecida como Urubu-rei. Esta ave, de plumagem branca e alguns detalhes coloridos, desconhecida pelos habitantes locais foi apelidada erroneamente de corvo, originando o nome Corvo Branco.

Rodovia Interpraias

Rodovia Interpraias ( Foto: Reprodução)

Imagine poder rodar com sua moto pelas mais belas praias de Santa Catarina? Pela rodovia Interpraias, você consegue, por isso este local está em quarto lugar da nossa lista. A cidade de Balneário Camboriú possui ao todo dez praias, sendo que seis delas estão localizadas na porção sul do município e são interligadas por essa rodovia que tem início na saída 136 da Br 101, próximo ao Morro do Boi.
A estrada cruza as praias do Estaleirinho, Estaleiro, Praia do Pinho, Taquaras, Taquarinhas e Laranjeiras.

Pedra Lascada na rodovia Interpraias

Pedra Lascada – Interpraias

Interpraias possui 14 km de extensão, é cheia de curvas, subidas e descidas, é completamente asfaltada e conservada, contém várias placas de sinalização e radar para controlar a velocidade em alguns pontos. É uma ótima dica de passeio para quem deseja ver paisagens bonitas e quer curtir uma boa praia.

E se conhecer as belas praias da rodovia Interpraias não foi o suficiente e você ficou com o gostinho de quero mais, pode seguir pela BR101 sentido Florianópolis, entrar no trevo de Porto Belo e seguir até Bombinhas que é a menor cidade de Santa Catarina, porém uma das mais lindas.

Península de Bombinhas

Península de Bombinhas (Foto: Reprodução)

Conhecida como “paraíso”, Bombinhas fica em localizada em um península e segundo um levantamento feito pela própria prefeitura, o município reúne mais de 30 praias, algumas com acesso bem difícil, uma bela pedida para quem tem moto trail.

Para do Trapiche em Bombinhas

Para do Trapiche em Bombinhas (Foto: Reprodução)

Praia da Lagoinha em Bombinhas

Praia da Lagoinha em Bombinhas (Foto:Reprodução)

Por ter praias com águas cristalinas, a cidade é conhecida como a capital do mergulho ecológico. Algumas praias tem o mar mais revolto, o que as tornam ótimas para prática de surf.

O centro da cidade é pequeno, porém conta com uma estrutura muito bacana com museus, muitos restaurantes e lojas para receber os turistas. É um local que pode ser visitado em qualquer época do ano, mas é claro que no verão é muito mais gostoso.

Agora que você conhece os locais mais legais de Santa Catarina para visitar, não tem desculpa, pegue sua moto e caia na estrada.