Completamente remodelada em 2013 e montada e vendida no Brasil desde junho de 2014, a Street Triple 675 é uma naked que merece estar na sua lista de possíveis aquisições.

Com a Triumph Street Triple é possível utiliza-la no dia a dia em ambiente urbano, pegar estradas em pequenas ou grandes viagens ou mesmo participar de um track day.

Com a aposentadoria da Honda Hornet, a Street Triple 675 está um patamar acima de qualquer outro modelo da categoria 600cc. Não que a Hornet fosse páreo, em termos de produto a naked inglesa estava uma passo a frente em vários quesitos como acabamento, leveza e motorização.

Todavia, agora suas concorrentes, se é que é correto afirmar isso, oferecem muito menos, por praticamente a mesma faixa preço.

Começando pelo chassi (todas sua concorrentes usam aço) com perfil de alumínio com viga dupla, ligado a um subquadro traseiro de duas peças, fundido em alta pressão, com um o design que o deixou mais leve, graças à menor quantidade de peças e soldas no quadro.

Seu design e a melhoria na centralização de massa proporcionaram aos engenheiros da Triumph a oportunidade de ajustar a geometria, reduzindo o ângulo de inclinação para 24,1 graus e aumentando a distância horizontal em 0,5 mm, passando para 99,6 mm. Seu peso foi reduzido substancialmente em 6 kg, chegando a 183 kg em ordem de marcha – o que contribuiu para melhorar a dirigibilidade e a agilidade do modelo, especialmente nas grandes cidades.

Aqui foi o ponto salientado pela motociclista Alides: “além de leve em manobras, ela é ágil, oferece bom esterçamento quando estamos no trânsito. Tem um motor dócil e forte, tem aceleração bem linear que permite uma tocada tranquila, mas basta girar a manopla que ela responde instantaneamente. Requer um pouco de experiência. Ponto negativo é a garupa, mas é possível viajar, desde que com mais paradas.”

testetriumphtriple675

A boa dirigibilidade da Street Triple, além do excelente chassi de alumínio, é complementada pelo bom acerto de suspensão KYB com garfos invertidos de 41mm na dianteira com curso de 110mm e monoamortecimento na traseira com 125mm da mesma marca KYB. Calçadas com belas rodas de liga leve de 17 polegadas com 5 raios, com medidas de pneus de 120/70 na dianteira e 180/55 na traseira.

Na hora de parar, não podia ser diferente, o poder de frenagem é proporcionado por uma configuração de freio dianteiro com duplos discos flutuantes de 310 mm, com pinças deslizantes de dois pistões da marca Nissin e disco único, com pistão simples da Brembo na traseira, com sistema ABS de série totalmente regulável – oferecendo ao piloto, portanto, a possibilidade de encontrar facilmente a melhor configuração para as suas necessidades de pilotagem.

Street-Triple-675.3

Se você é daquelas que gosta de sair rápido, não se engane, essa moto deixa qualquer 4 cilindros pra trás. O coração da Street Triple 675 é um motor refrigerado à água, com 12 válvulas, três cilindros de 675 cc. Combinado com um câmbio de seis velocidades e uma relação curta de marchas, este propulsor garante uma potência de 85,1 cavalos a 11200RPM com torque de 6,22 kfmg a 8.300 rpm.

Interessante que há torque de sobra desde 1500RPM e o motor enche fácil. Engana-se quem pensa que seus 85,1 cavalos de potência seja pouca coisa. Aqui vale uma nota: se você pilotar uma Hornet e depois uma Street Triple terá a sensação de que a inglesa é mais forte, apesar da potência maior da japonesa. Não podia faltar o som espetacular emanado por seu curto escapamento 3×1 em aço inox, que empolga e todo cuidado é pouco na via pública, vale ressaltar, um dos pontos que colabora com a centralização de massa no centro e abaixo da motocicleta.

Street-Triple-675.2

O painel de instrumentos, de fácil leitura, com tela de LCD conta com contador de voltas integrado, luzes indicadoras de mudanças de marchas, medidor de combustível, relógio, conta-giros, velocímetro digital e indicador da pressão dos pneus.

Pilotar a Street Triple é puro êxtase, é daquelas motos que quando se chega ao destino, difícil não segurar um sorriso no rosto. Os comandos dos punhos são bem acabados, tudo no seu devido lugar, propiciando uma pilotagem intuitiva. Senti falta do pisca de emergência/advertência

Street-Triple-675No trajeto que fiz para Amparo, pude ver como essa motocicleta é bem acertada, propiciando a vontade do piloto, quer seja em tocada forte, quer seja em uma tocada tranquila. Ela cobra a conta na hora de abastecer: na tocada forte faz médias de 13 a 15 km/l, em uma tocada tranquila chega a incríveis 18,5 a 20km/l, com um tanque de 17,4 litros é possível rodar até 320km com tranquilidade.

Em uma palavra: equilíbrio torna-se sinônimo da Street Triple 675.

 

 

 

 

Triumph Street Triple 675
ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS
MOTOR
Tipo Refrigeração líquida, 12 válvulas, DOHC, três cilindros em linha.
Cilindrada 675 cc
Diâmetro x Curso 74,0 x 52,3 mm
Potência máxima 85,1 cv a 11.200 rpm
Torque máximo 61 Nm a 8.300 rpm
Alimentação Injeção eletrônica multiponto sequencial
Capacidade de óleo 3,4 litros

TRANSMISSÃO

Marchas 6 marchas
Transmissão final Corrente
Embreagem Discos múltiplos, a banho de óleo.
CHASSI
Quadro Dianteiro com perfil de alumínio e dupla viga.Traseiro com duas peças fundidas sob alta pressão.
Balança Nas duas laterais, liga de alumino fundido.
Roda dianteira Liga de alumínio fundido de 5 raios, 17 x 3,5 polegadas.
Roda traseira Liga de alumínio fundido de 5 raios, 17 x 5,5 polegadas.
Pneu dianteiro 120/70 ZR17
Pneu traseiro 180/55 ZR17
Suspensão dianteira KYB, 41 mm, garfos invertidos, curso de 110 mm.
Suspensão traseira KYB, amortecedor único, curso de 124,5 mm.
Freio dianteiro Discos duplos flutuantes de 310 mm, com pinças deslizantes Nissin com dois pistões, sistema ABS regulável de série.
Freio traseiro Disco único de 220 mm, pinça de pistão único Brembo, sistema ABS regulável de série.
MOSTRADORES DE INSTRUMENTOS
Funções Tela de LCD, contador de voltas integrado, luzes indicadoras de mudanças de marchas, medidor de combustível, relógio, conta-giros, velocímetro digital e indicador da pressão dos pneus.
DIMENSÕES E CAPACIDADES
Tanque de combustível 17,4 litros
Comprimento 2.055 mm
Largura 740 mm
Altura (sem espelhos retrovisores) 1.060 mm
Altura do assento 800 mm
Distância entre eixos 1.410 mm
Peso (tanque de combustível cheio) 183 kg
GARANTIA
2 anos, sem limite de quilometragem.

 

André Garcia é motociclista, advogado especialista em Gestão e Direito de Trânsito, colunista na imprensa especializada de duas rodas, idealizador do Projeto Motociclismo com Segurança que busca aculturar a sociedade em segurança viária por meio de palestras e aulas de pilotagem, laureado com o Prêmio ABRACICLO de Jornalismo em 2008 – Destaque em Internet e em 2013 – Vencedor em Revista, com matérias de segurança viária, foi homenageado pelo Dia Internacional do Motociclista em 09/08/2013 pela Câmara Municipal de São Paulo e Associação Comercial de São Paulo com o Troféu “Marco do Paz” destinado a quem se destaca em trabalhos de ação social e pela construção da cultura de paz no mundo.